Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Melhor Amiga Procura-se

Melhor Amiga Procura-se

Pincel de Base - Argent Makeup Nº101

Recentemente adquiri um pincel de base (supostamente para oferecer à minha mãe) e optei por um de uma marca “Argent Makeup”. Não sei se conhecem, mas a marca é portuguesa, é de um “menina” chamada Tânia Argent, que tem lutado muito e a meu ver tem feito um trabalho incrível no meio da concorrência feroz… Se quiserem conhecer melhor o percurso dela, o trabalho, ou mesmo a luta dela, passem pelo canal dela no youtube e ou no blog.

Dos vários artigos da marca, o que sempre me suscitou mais curiosidade foi o pincel de base, o Argent Makeup Nº101 e foi esse que mandei vir. O processo de encomenda foi bastante simples, tive foi um stress com pagamento e mandei um e-mail e ela foi muito atenciosa.

Em termos do pincel existem duas cores (preto e rosa), eu optei pela versão preta, para se enquadrar com os meus outros pincéis. Assim que ele chegou reparei logo que ele era muito bonito e tinha bons acabamentos.

Depois de algum tempo de uso, acho o pincel muito prático, espalha muito bem a base e dá um acabamento super natural e ao mesmo tempo proporciona uma cobertura média a alta. As cerdas são sintéticas, densas, mas muito boas e macias. Já lavei várias vezes o pincel e este manteve-se intacto.

Ele pode ser adquirido na loja http://www.argentmakeup.pt/, pelo valor de 14.99€.

De modo geral adorei o pincel, tem um óptima qualidade e “faz” muito bem o seu trabalho.

Pincel Argent Makeup.jpg

 

O marido é que sabe#2 - Paternidade, direito ou dever?!

(Este post é da inteira responsabilidade do meu marido)

 

Já por diversas vezes li post’s, artigos, acerca do dever do pai de “ajudar” a mãe a tomar conta dos filhos e “ajudar” em casa…

Decidi neste espaço que me foi destinado, a opinar acerca deste assunto, se calhar ferindo a susceptibilidade de algum homem (leia-se homem com “h” pequeno)!!!

A minha opinião é muito simples, um Homem que “ajuda” a mulher, faz tarefas domésticas e educa os filhos, cria laços que ficam para a vida… Qualquer Homem que não dá biberon, não muda fraldas, não dá banho, não passa noites sem dormir, não sabe acalmar os filhos, desde as cólicas, até uma birra das grandes, peço desculpa mas, a minha opinião é que não pode criar verdadeiros laços para a vida com os filhos! Isto até pode parecer um puco extremista, mas é a minha opinião…

Há relativamente pouco tempo num desses artigos que li, dizia que as hormonas que as mulheres desenvolvem durante a gravidez faz com que sejam “boas mães”, os homens que de facto tomam conta dos filhos, também a conseguem começar a produzir devido aos tais laços de afecto e carinho que vão desenvolvendo com os filhos! Sou a prova viva disso e acredito que esta teoria seja verdadeira!!!

A minha mulher até diz que criei laços “de mais” com a nossa filha, visto que ela querer que seja sempre eu a tratar dela (dar-lhe banho, lavar os dentes, vestir, pentear, etc...) e de noite chama sempre por mim. Muitas das vezes é muito cansativo, mas o sorriso dela vale tudo isso.

Tenho um amigo (cerca de 20 anos mais velho que eu), que há uns tempos atrás estávamos a falar disto no café e dele diz-me que essas “tarefas” são da responsabilidade da mãe e minha resposta para ele foi “desculpa não amas os teus filhos incondicionalmente…”, bem a partir daqui imaginem a discussão que se gerou…

baby-22194.jpg

 

Desafio Palavras [Quase] Perfeitas - Magia

Recentemente cruzei-me com um “desafio” muito engraçado do blog "a vida não tem que ser perfeita" da Cris Loureiro, mas já tinha começado em Janeiro e eu fiquei cheia de pena, por não participar . Até comentei isso, ao que a Cris a semana passada me envia um e-mail a dizer que podia participar no desafio… Só não dei um salto de alegria, pois os meus colegas de trabalho deviam achar que eu estava maluca .

Mas em que consta o desafio?
O desafio consiste em que ela todas as primeiras quarta-feiras de cada mês define uma palavra, e os blogs participantes no desafio publicam na última quarta-feira do mês, um post sobre a palavra divulgada.

A palavra deste mês é MAGIA

Esta palavra lembra-me um pouco a minha infância, quando tudo o que eu não conseguia explicar era porque era “magia”, mas este “encanto” passou-me muito cedo, e a vida ensinou-me que a verdadeira magia está nos momentos especiais da vida.

Esses momentos parecem ser mágicos, pois deixam-me uma grande marca na minha memória e no meu coração… Deixam um rasto mágico, uma vez que deixam o meu coração a levitar cada vez que penso neles…

Felizmente, tenho vários momentos mágicos na minha vida, como o meu casamento, o nascimento da minha filha, jantares com amigos, férias, alguns momentos de infância, etc.

Posso dizer que sou uma sortuda e que a minha vida tem alguma magia… Quando estou num dia menos bom lembro desses momentos e fico logo um sorriso na cara, mas de todos os momentos mágicos da minha vida, o mais mágico de todos são os beijos da minha filha….

bokeh-1916806.jpg

 

Musical Panda e os Caricas

Hoje venho falar do musical do Panda e os Caricas, venho dar a minha opinião, pois muita gente me pergunta se vale, ou não vale o dinheiro.

Em primeiro lugar convém referir que a minha filha ADORA o Panda e as músicas do Panda e dos Caricas, por isso não foi difícil decidir que tínhamos que ir, o difícil foi decidir quando ir… Se íamos na altura do Natal que é o musical e é numa sala fechada, ou se íamos na altura do verão e é uma manhã, ou tarde, num espaço aberto, onde apareciam muitos outros bonecos, como a Xana Toc Toc, o Ruca, etc., para além do Panda e tem algumas actividades a decorrer ao mesmo tempo que os concertos. (Acabamos por ir ao músical e foi a melhor decisão, tendo em conta a idade dela).

Procurei na Internet opiniões e não encontrei nada de especial, tentei procurar pessoas que já tinham ido e também não consegui grande coisa, pelo que resolvi dar a minha opinião aqui, pois pode ajudar alguns pais…

Musical (uma vez que do festival não posso falar, pois não fui):

Preço: Demasiado exagerado tendo em conta que os adultos pagam e uma criança a partir dos 3 anos, paga o valor de um adulto. Preço dos bilhetes vai dos 15€ aos 30€.

Condições: Achei o espectáculo adequado ao público-alvo, bastante apelativo, com luzes, alguma interactividade com o público, etc.

Duração: A duração foi o ideal, uma hora e meia, com intervalo para as crianças (e adultos) irem ao WC.

Pontualidade: Eu estava com medo que o espectáculo não começasse a horas e minha filha ficasse impaciente, mas foram pontuais 

De um modo geral gostei muito do espectáculo e a minha filha adorou… Se voltaria a ir?! sinceramente não, ela com 3/4/5 anos não vai dar tanto valor e nessa altura paga um bilhete de adulto.

Para quem tem medo de ir com filhos com apenas dois anos, vão sem medos, eles já apreciam bastante o espectáculo, mas crianças mais pequenas não aconselho, pois do que vi elas não ligaram nenhuma……

Caso a minha filha continue a adorar o Panda e os Caricas, quem sabe se vou ao festival, pois ela já é mais crescida e já dá outro valor.

IMG_1760.JPG

 

E a Irmã Disse#2 - Sou um pouco viciada em séries

(Este post é da inteira responsabilidade da minha irmã)

 

Ainda me lembro da primeira série em que me viciei, "The OC na terra dos ricos". Era uma amiga que tinha os DVD’s e me mostrou os primeiros episódios, nessa altura nem sabia bem em que consistia o termo “série”, devia ter 14/15 anos.

Na altura em que andava na universidade cheguei a contar e seguia certa de 30 séries, não davam todas na mesma altura, existem as que são temporadas de inverno e outras de verão, mas mesmo assim eram bastantes.

Gosto de séries porque tem uma história que continua por vários episódios e queremos ver logo o episódio a seguir para saber o que vai acontecer. Quando acaba a temporada ficamos tristes porque vamos ter de esperar meses até voltarmos a ver aquelas personagens. E quando termina fico triste porque acabou uma “companhia que tinha à anos”, fico com um sentimento de nostalgia. Só não gosto quando é cancelada uma que eu vejo, odeio não saber o fim da história.

Prefiro mil vezes séries a filmes, porque os filmes vês durante 2h e acaba. Enquanto a série vês 45min e quando acaba vais logo ver se já saiu o episódio a seguir para veres.

Como via muitas e o tempo actualmente não é muito deixei de ver séries novas, primeiro que terminem as que já via anteriormente depois logo penso em novas.

Ficam aqui algumas séries que estou a ver actualmente e gosto bastante:

Game of thrones

The big bang theory

Pretty little liars

The walking dead

everyday-912097.jpg

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D