Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Melhor Amiga Procura-se

Melhor Amiga Procura-se

Destaque de um Post#2

Tive o meu segundo destaque, com o post Fotógrafo português ganha prémio no World Press Photo 2015, pelo que quero agradecer a quem achou que este merecia. Para mim, foi muito importante o destaque deste post, pois permitiu dar a conhecer o trabalho do fotografo a mais algumas pessoas, trabalho esse que não teve (a meu ver) o destaque merecido em Portugal.

Destaque#2.JPG

 

Tag - Ilha Deserta

Drama Queen propôs-me um desafio e eu aceitei, pelo que estou aqui para responder à TAG. 

Ela diz que só pensa em férias e como tal pediu ajuda para criar um lista de objectos para levar para uma ilha deserta. A minha lista seria:

- Alguns livros, pois deduzo que por lá não exista corrente eléctrica, por isso preciso de muitos livros para ajudar a passar o tempo, pois estar o dia tomar banhos de sol, torna-se secante;

- Levo o meu telemóvel, com um carregador portátil, pois a esperança é a última a morrer e posso encontrar por alí a internet;

- Um saco cama (pode fazer frio à noite);

- Uma panela (nunca sabemos que condições vamos encontrar);

- Comida, de preferência enlatados, pois pode não existir frigorifico;

- Água;

- Um isqueiro;

- Um canivete suíço (dá sempre jeito);

- Um colete salva vidas, pois nunca se sabe;

- Uma tenda, porque se não não durmo, só de pensar nos bichos que andam por ali;

- Repelente;

- Uma lanterna;

- Pilhas;

- Uma escova para o cabelo;

- Gel duche e champô;

- Uma escova e pasta dos dentes;

- Um perfume (estou no fim do mundo, mas estou cheirosa);

- Protector solar;

- Um chapéu;

- E claro o básico, como roupa (incluindo a de praia), calçado, etc.;

- Ahhhh e um barquinho a remos, pois ao fim de 2/3 de lá estar, já fazia tudo para voltar.

 

ID.JPG

Quero mandar um beijinho de agradecimento pela nomeação à Drama Queen e dizer que não fui voluntária à força, foi com todo o gosto. 

 

A sorte é que sou magra

Eu admiro imenso, mas imenso mesmo, as pessoas que tem a coragem e a força de vontade necessária para manter uma alimentação saudável, já para não falar das pessoas que numa dada altura da vida começam a fazer uma dieta e mudam todos os seus hábitos alimentares.

Desde que me lembro de ser gente que sempre fui magra, posso comer todas as porcarias do mundo e assim continuo. Embora seja magra, tenho tendência a ter colesterol… Pronto tendência é como quem diz, eu já tive…. Tenho um historial de diabetes na família… Sei das vantagens de ter uma alimentação saudável… Ah e a má alimentação provoca celulite (ponto muito importante)… Sei disso tudo e muito mais, mas esqueço-me disso diariamente.

Todos os dias penso que a partir de amanhã as coisas vão ser diferentes e vou passar a comer bem, mas……. Porque há sempre um mas……. No dia a seguir penso:

- vim comer a casa da minha mãe, não posso fazer desfeita;

- Hum… tenho que comer isto, porque se não estraga-se (nota: estou a fazer um favor à humanidade);

- O dia o hoje foi mesmo difícil, preciso de comida de conforto;

- Ah e tal hoje é festa…

Resumindo, invento mil e umas desculpas, diariamente só para me empanturrar em porcarias, daí eu admirar imenso quem consegue manter uma alimentação saudável, para mim está no topo da lista de pessoas, com imensa força de vontade. Pois isto, vou ali comer um chocolatinho para afogar as minhas mágoas de ser uma pessoa sem força de vontade….

 

healthy-food-1348464.jpg

 

Quando for grande quero ser criança

Vi esta frase numa t-shirt e acho que ela define bem os meus sentimentos. Sinto falta da inocência de outrora, onde vivia os momentos com intensidade, sem preocupações e era feliz, mas acho que o que mais sinto falta é de alguém que me dê um mimo na cabeça e me diga que vai ficar tudo bem, mesmo quando se sabe que é mentira.

Acho que cada vez mais sinto falta desses mimos, pela ilusão que vai ficar tudo bem, pois hoje em dia, posso arranjar quem me dê colo e até me diga que vai ficar tudo bem, mas não tenho a inocência necessária para acreditar nisso.

A idade traz muitas coisas e umas delas é a responsabilidade, para mim é das coisas mais importantes e das mais difíceis. Por ser tão difícil em certas ocasiões é que eu sinto saudades de ser criança.

Quando era criança sentia que tinha alguém que me protegia e que fazia com ficasse tudo bem, a idade trouxe-me muita coisa, uma delas foi a maturidade e com isso consigo ver a vida de outra forma e vejo que a realidade pode ser muito dura e cruel, onde às vezes peço para isto ser um sonho e só acordar quando as coisas más tiverem passado.

Fotógrafo português ganha prémio no World Press Photo 2015

No outro dia, ia andar de carro e estavam a falar numa rádio, de um jovem fotógrafo português que ganhou um dos maiores prémios de fotojornalismo, onde nas suas fotografias relatam a dura e crua realidade de algumas escolas no Senegal e na Guiné-Bissau. Fiquei curiosa, mas eram fim-de-semana e assunto morreu ali. Passados quinze dias de repente veio-me à lembrança e fui pesquisar mais informações.

Das minhas pesquisas descobri que o senhor se chama Mário Cruz, que é fotógrafo da agência Lusa e venceu o prémio na categoria Temas Contemporâneos, com ensaio fotográfico sobre escravatura. As imagens dele retratam a escravatura dos talibés, meninos entre os 5 e os 15 anos de idade que vivem em escolas islâmicas. Estes rapazes vivem nessas escolas sob o pretexto de receberem os ensinamentos do Corão, enquanto são forçados a mendigar nas estradas. O dinheiro destina-se aos “chefes religiosos”.

Li que o senhor se sente feliz, por receber o prémio, mas acima de tudo por trazer mais visibilidade a este assunto. Pelo menos da minha parte conseguiu, pois não consigo encaixar que aos dias de hoje ainda exista escravatura infantil, mas não me posso esquecer que as realidades são outras…

Tenho pena que este trabalho não tenha sido mais divulgado, até porque eu só soube por coincidência.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D